Derivada do latim a palavra "religione" cujo significado indica reverência, culto a Deus ou, como outros acreditam, deriva do termo latino "re-ligare" que denota religar-se, refere-se a nossa relação com Deus. No sentido da palavra, a religião é nobre e pura, porém, quando considerada em relação à prática humana, precisa ser analisada com mais cuidado.

No sentido nobre e puro, a religião visa nos aproximar de Deus. A religião deve, portanto, mostrar ao homem o caminho para alcançar o verdadeiro sentido da vida, dentro do propósito do nosso Criador! A religião só existe devido a um anseio íntimo em nosso ser, a uma semente da eternidade implantada dentro de nós, porque quem nos criou a deixou lá. E, mesmo que andemos longe dele, ainda sabemos que o verdadeiro sentido da vida só pode ser encontrado em quem criou a vida.

Assim pergunto: quem poderia criar uma religião?... Apenas o próprio Deus!

Devíamos, consequentemente, deixar o estabelecimento da religião para o próprio Deus. Que Ele nos diga o que fazer para alcançá-lo! Que Ele nos diga onde estamos e o destino a perseguir! Que Ele nos diga como viver para agradá-lo! Que Ele nos diga em que acreditar! Que Ele nos mostre o caminho e a direção!

Mas o ser humano, no seu arbítrio, não se contém. E não é assim que acontece? Muitos acharam que podiam criar uma religião. Juntam pensamentos, propósitos, filosofias, prática, etc e lá está... mais uma religião! E depois mais uma ...e mais uma...milhares delas!

Por isso, na prática humana, aquele propósito não está sempre presente nas religiões criadas, pois visam mais satisfazer o ser humano em seus delírios do que levá-lo ao verdadeiro Deus. Percebo, quanto às várias religiões deste mundo seguintes bases:

- Filosófica : Constitui um movimento no campo das idéias com aspecto de religião, mas na verdade é um conjunto de pensamentos arquitetados pelo próprio homem. O objetivo visa trazer respostas para as suas perguntas, na tentativa de criar sentido para sua existência, racionalizar as questões espirituais e assim por diante. Se a sua origem se encontra no homem, não levará além do próprio homem.

- Especulativa: Do mesmo modo, apresenta um aspecto de religião, mas na verdade é um conjunto de princípios e regras "espirituais" criadas por pura especulação mental. Uma vez estabelecida a crença nesses princípios a pessoa passa a viver e praticar em função delas. Não possuem nenhuma evidência da verdade.

- Auto-Redentora: Em princípio, tem aparência de religião, mas na verdade é um conjunto de práticas criadas para atender a consciência humana e fazê-la sentir que "faz algo" de si mesmo para alcançar o propósito de sua vida e sua redenção. Produz um sentimento de conforto com suas práticas, porquanto cria um sentido de obrigação "cumprida" para com sua alma e com Deus. Nesta, tudo tem como base o que o homem pode fazer e por conseguinte não levará além do próprio homem!

- Corrupta: É a religião usada com o propósito de manipular os incautos em favor do estado, dos interesses dominantes, do favorecimento de seus líderes, etc. Se existe tanta corrupção no mundo, por que os corruptos não distorceriam a religião para seu próprio benefício e ganância, vestindo pele de cordeiro e se intitulando falsamente por títulos religiosos? Misturam aspectos da religião com interpretações e práticas oriundas de suas mentes gananciosas para enganar os incautos e descuidados que lhes seguem. Olhe o que a Palavra diz deles:

Jd 1:4 Porque se introduziram furtivamente certos homens, que já desde há muito estavam destinados para este juízo, homens impios, que convertem em dissolução a graça de nosso Deus, e negam o nosso único Soberano e Senhor, Jesus Cristo.

Se você tem dúvidas da relação entre Deus e a religião, ao invés de se escandalizar com essas coisas e abandonar sua busca por Deus, sugiro que entenda esses conceitos e prossiga na busca da verdadeira religião. Ela é uma dádiva de Deus para nós.

- A Religião Verdadeira é aquela que não vem do homem, mas de Deus! Estabelecida pelo Criador para que o homem seja direcionado ao propósito de Deus. Esta é a religião procedente de Deus e leva a Deus! Não é focada nos interesses fúteis e materiais. Não omite a verdade para agradar. Não engana. Não distorce a imagem de Deus. Não exige sacrifícios inúteis. De fato, a verdadeira religião é simples - não explora, não especula, não se coloca como pedágio entre Deus e os homens - mas como ponte livre entre Deus e os homens.

Como podemos então discernir a verdadeira entre as outras? No meu entendimento, a verdadeira religião pode ser discernida pela forma como se posiciona em relação aos seguintes aspectos:

1- Quanto ao estado do Homem: Ela é clara e direta em relação ao pecado e não procura subterfúgios para apaziguar a consciência e agradar a mente.

Rm 3:23 Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;

Rm 3:12 Todos se extraviaram; juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só.

Rm 1:25 pois trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura antes que ao Criador, que é bendito eternamente. Amem.

2- Quanto à Solução: Ela é clara em relação à solução, não fica dando voltas.

Rm 10:9 Porque, se com a tua boca confessares a Jesus como Senhor, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo;

Is 45:22 Olhai para mim, e sereis salvos, vós, todos os confins da terra; porque eu sou Deus, e não há outro.

At 4:12 E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, em que devamos ser salvos.

t 16:31 Responderam eles: Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa.

Jo 14:6 Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

3- Quanto ao Preço : A verdadeira religião é de graça, pois o preço foi pago por Deus. Não podemos comprar a Deus nem a salvação.

Tt 2:11 Porque a graça de Deus se manifestou, trazendo salvação a todos os homens,

Ap 21:6 Disse-me ainda: está cumprido: Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim. A quem tiver sede, de graça lhe darei a beber da fonte da água da vida.

Ef 2:8 Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus;

Apo 22:17 ....E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, receba de graça a água da vida.

Mt 10:8 Curai os enfermos, ressuscitai os mortos, limpai os leprosos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai.

4- Quanto à Fé : Ela é clara em afirmar que o objetivo da salvação se alcança pela fé e não por obras ou ações vazias.

Tt 3:5 não em virtude de obras de justiça que nós houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou mediante o lavar da regeneração e renovação pelo Espírito Santo,

Rm 11:6 Mas se é pela graça, já não é pelas obras; de outra maneira, a graça já não é graça.

Rm 9:32 Por quê? Porque não a buscavam pela fé, mas como que pelas obras; e tropeçaram na pedra de tropeço;

Jo 6:29 Jesus lhes respondeu: A obra de Deus é esta: Que creiais naquele que ele enviou.

5- Quanto à Transformação: Começa de dentro para fora, opera uma transformação interior.

Jo 14:26 Mas o Ajudador, o Espírito Santo a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto eu vos tenho dito.

Rm 5:5 e a esperança não desaponta, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.

Tt 3:5 não em virtude de obras de justiça que nós houvessemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou mediante o lavar da regeneração e renovação pelo Espírito Santo,

Rm 12:2 E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.

6- Quanto às boas Obras ( Caridade) : As boas obras são uma consequência da redenção e da transformação do nosso interior, não a causa.

Mt 5:16 Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.

7- Quanto à Evidência: Tem evidencia clara, nas ações e na vida da pessoa.

Mt 7:17 Assim, toda árvore boa produz bons frutos; porém a árvore má produz frutos maus.

Mt 7:16 Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?

A verdadeira religião não se constitui de um conjunto de idéias, filosofias, princípios, ou ações. Ela é espírito e vida, sua fonte é Jesus Cristo!

Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

 

 

INFORMAÇÔES